sexta-feira, 3 de fevereiro de 2023

Deputado Cabo Gilberto Silva não se dobra a Moraes e confronta ‘ditadura da toga’: ‘Posso sair daqui preso. Constituição rasgada’


Subindo pela primeira vez à tribuna da Câmara, o deputado federal Cabo Gilberto Silva afirmou que não há como tratar de qualquer assunto naquela tribuna sem antes abordar o fato de que o Brasil não é mais uma democracia. O deputado disse: “houve desmandos do PT. Porém, não há como falarmos disso sem o restabelecimento da democracia. Não temos democracia em nosso País”.

O deputado lamentou a conivência da extrema-esquerda com as práticas autoritárias, ele disse: “A esquerda hoje bate palma para a ditadura da toga! Parlamentares estão com tornozeleira eletrônica, com redes sociais banidas, sendo presos! Rasgou-se o art. 53, com a censura prévia! O Senado está omisso, e a esquerda bate palma porque é contra os conservadores”. Ele lembrou que censura não tem lado e afirmou: “Diferentemente de V.Exas., nós estaremos aqui para defender verdadeiramente o Estado Democrático de Direito, que foi rasgado pela ditadura da toga. Eu falo disso e posso sair daqui preso, porque hoje ninguém pode falar do que está acontecendo em nosso País!”. 

O deputado Gilberto Silva lembrou a importância de restabelecer o estado de direito, listou uma série de abusos que ocorreram sob o olhar complacente do Congresso Nacional, e questionou: “A Constituição é rasgada, e a esquerda bate palma, Deputado! Que situação nos encontramos! Como iremos fazer política na Câmara dos Deputados?”. 

Apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro e pessoas que apenas têm um discurso diferente do imposto pelo cartel midiático vêm sendo perseguidos, em especial pelo Judiciário. Além dos inquéritos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, também o ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, criou seu próprio inquérito administrativo, e ordenou o confisco da renda de sites e canais conservadores, como Bárbara, do canal Te Atualizei, e a Folha Política. Toda a receita gerada pelo nosso jornal desde 1º de julho de 2021 está bloqueada por ordem do TSE, com aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 19 meses, toda a renda do nosso trabalho vem sendo retida, sem qualquer previsão legal. 

Sem a possibilidade de receber a renda de seu trabalho, o jornal corre o risco de fechar. Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar, use o QR Code que está visível na tela para doar qualquer quantia, ou use o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política faz a cobertura da política brasileira, mostrando atos, pronunciamentos e eventos dos três poderes, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel de mídia que quer o monopólio da informação. Pix: ajude@folhapolitica.org


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...