quinta-feira, 3 de agosto de 2023

Advogada emociona e chora ao relatar situação de presos a mando de Moraes e questiona: ‘que poder é esse que um homem só tem?’


Durante a audiência pública sobre as prisões ilegais do dia 8 de janeiro, na Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados, a advogada dra. Valquíria Durães, que defende presos políticos, fez um impactante apelo aos parlamentares, em especial aos senadores, explicando que os presos políticos estão completamente abandonados e que apenas o Senado tem o poder de interromper os abusos e arbitrariedades do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. 

A advogada iniciou relatando que, após mais de sete meses de prisão, muitas vezes as audiências públicas são a primeira oportunidade que as famílias têm de ver seus entes queridos. Valquíria Durães contou sobre seu assistido, lembrando que ele foi preso ao exercer um direito constitucional de manifestação. Ela começou a chorar ao relatar a situação do preso, e questionou os parlamentares que dizem não saber o que fazer. A advogada disse: “se eles não sabem o que fazer, como fazemos nós, que somos pobres mortais? Nós não temos o poder que o Senado tem de intervir no STF”.

A advogada lembrou: “só temos vocês para nos socorrer. Nós sabemos que cabe ao Senado o papel de botar um freio em tudo o que está acontecendo”. Em prantos, ela fez um apelo para que o STF ao menos verifique os laudos médicos apresentados, que vêm sendo guardados sem apreciação. 

Valquíria Durães disse: “Hoje existe sobre a cabeça dos nossos patriotas uma guilhotina chamada STF, e que ninguém pode parar. A minha pergunta é: por que ninguém pode parar? O que ele tem que paralisa a todos? Que poder é esse que um homem só tem, de parar a nossa nação? De parar essas duas Casas?”. Ela acrescentou: “São arbitrariedades. Porque a nossa Constituição não está sendo respeitada. E eu pergunto: por quê?”.

Há mais de quatro anos, o ministro Alexandre de Moraes conduz, em segredo de justiça, inquéritos políticos direcionados a seus adversários políticos, com a omissão conivente do Senado Federal. Em uma espécie de “parceria” com a velha imprensa, “matérias”, “reportagens” e “relatórios” são admitidos como provas, sem questionamento, substituindo a ação do Ministério Público e substituindo os próprios fatos, e servem como base para medidas abusivas, que incluem prisões políticas, buscas e apreensões, bloqueio de contas, censura de veículos de imprensa, censura de cidadãos e parlamentares, bloqueio de redes sociais, entre muitas outras medidas cautelares inventadas pelo ministro. 

O mesmo procedimento de aceitar depoimentos de testemunhas suspeitas e interessadas, e tomar suas palavras como verdadeiras, se repete em diversos inquéritos nas Cortes superiores. Esses depoimentos, “relatórios” e “reportagens”, produzidos por pessoas interessadas, embasam medidas extremas contra conservadores, sem qualquer chance de defesa ou acesso ao devido processo legal. 

A Folha Política já teve sua sede invadida e todos os seus equipamentos apreendidos. Atualmente, toda a renda do jornal está sendo confiscada a mando do ministro Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, com o aplauso dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin. Há mais de 25 meses, todos os rendimentos de jornais, sites e canais conservadores são retidos sem qualquer base legal.  

Se você apoia o trabalho da Folha Política e pode ajudar a impedir o fechamento do jornal, doe qualquer valor através do Pix, utilizando o QR Code que está visível na tela, ou o código ajude@folhapolitica.org. Caso não utilize PIX, há a opção de transferência bancária para a conta da empresa Raposo Fernandes disponível na descrição deste vídeo e no comentário fixado no topo.

Há 10 anos, a Folha Política vem fazendo a cobertura da política brasileira, quebrando a espiral do silêncio imposta pelo cartel midiático que quer calar vozes conservadoras. Pix: ajude@folhapolitica.org

Nossa receita está bloqueada por ordem do TSE desde julho de 2021. Ajude a Folha Política a continuar o seu trabalho. Doe por meio do PIX: ajude@folhapolitica.org
Depósitos / Transferências (Conta Bancária): 

Banco Inter (077)

Agência: 0001

Conta: 10134774-0

Raposo Fernandes Marketing Digital LTDA (Administradora da Folha Política)

CNPJ 20.010.215/0001-09

-

Banco Itaú (341)

Agência: 1571

Conta: 10911-3

Raposo Fernandes Marketing Digital LTDA (Administradora da Folha Política)

CNPJ 20.010.215/0001-09


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...